Transporte público tem que ser prioridade

2
94

Defende o presidente da Fetronor, Eudo Laranjeiras

Foto divulgação FETRONOR

O presidente da Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Nordeste, Eudo Laranjeiras, voltou a defender a necessidade de transporte público ser visto por alguns usuários e motoristas não como um problema, mas uma solução, sobretudo para a sociedade. Para ele, a medida que se der prioridade ao transporte público, destinando-lhe corredores exclusivos, onde os ônibus não tenham que disputar espaço com o caos que é o trânsito atual, se terá um transporte de qualidade.

“Hoje somos taxados de culpados, mas somos apenas operadores, não cuidamos do trânsito, o que falta é prioridade dos gestores”, esclareceu, lembrando que a Fetronor tem buscado incessantemente levantar os problemas, conscientizar e levar aos gestores essa necessidade. Nesse sentido, ele citou o fato de 70% das pessoas se deslocarem de ônibus, mas no momento em que uma das faixas é tornada exclusiva para ônibus, há quem reclame de “direito” retirado.

Erro histórico

Para Eudo, o que está sendo reclamado na realidade é um privilégio, pois um automóvel leva em média 1,2 pessoas, enquanto um ônibus transporta um número muito maior de pessoas e evita a circulação de 50 a 60 automóveis na rua. Sobre as faixas exclusivas, que têm proporcionado aumento de 20 a 30% na velocidade dos ônibus, ele considerou ainda mais eficiente a implantação de corredores.

“Ninguém é contra as pessoas terem automóveis, que só deveriam ser utilizados nos fins de semana, em casos de urgência e necessidades e não durante deslocamentos no dia-a-dia, em flagrante erro histórico. O que adianta é priorizar, como se faz no primeiro mundo, o transporte público”, argumentou.

Durante habitual participação no Seminário Cidade Expressa recentemente realizado na cidade de Campina Grande, Eudo Laranjeiras destacou o significado de se debater a problemática do transporte junto a sociedade e o meio acadêmico. “Precisamos de todos unidos, a sociedade organizada tem que estar presente e mostrando a necessidade de melhorar a qualidade do transporte, priorizando-o, pois na hora em que isso é feito ajuda a cidade como um todo”, disse.

Despoluir – Por fim, Eudo mostrou-se gratificado com a crescente receptividade das empresas, órgãos ambientais e universidades ao Programa Ambiental do transporte Despoluir desenvolvido pela Fetronor. “Estamos mostrando a contribuição dos empresários contra um outro caos nosso, que é a poluição, que o caos no trânsito tanto provoca, trabalhando muito forte nisso e melhorando todos os anos os resultados”, concluiu.

Fonte: FETRONOR

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here