Subsídio do Município na tarifa de ônibus fica sem teto definido

0
159
Valor subsidiado dependerá do caixa municipal, podendo chegar a 100%

Os vereadores de Natal aprovaram, nesta quinta-feira (29), emenda do vereador Sueldo Medeiros (PHS) ao Projeto de Licitação dos Transportes Públicos, que cria o subsídio da Prefeitura de no mínimo 20% e sem teto ao preço da passagem de ônibus e alternativos. O valor subsidiado dependerá do caixa do município, podendo futuramente chegar até a 100%.

A vereadora Nina Souza (PDT) argumentou que esta emenda era a mais benéfica, em discussão, para os usuários. “Nós estabelecemos aqui na licitação um piso para o subsídio sem fixar um teto. Poderemos ter um subsídio muito maior. Optamos pelo melhor para a população natalense”, destacou.

Uma outra emenda do vereador Sandro Pimentel (PSOL) previa a fixação do subsídio em 30%, impedindo que esse valor fosse maior no futuro. O texto foi derrubado para a aprovação da emenda de Sueldo.

Votaram a favor da possibilidade de um subsídio de até 100% os vereadores Nina Souza (PDT), Dinarte Torres (PMB), Eudiane Macedo (PTC), Aroldo Alves (PSDB), Bispo Francisco (PRB), Chagas Catarino (PDT), Dickson Núnior (PSDB), Klaus Araújo (SD), Kleber Fernandes (PDT), Ubaldo Fernandes (PTC), Ney Júnior (PSD), Sueldo Medeiros (PHS), Felipe Alves (MDB), Natália Bonavides (PT), Preto Aquino (Patriotas) e Robson Carvalho (PMB).

Foram contra um possível subsídio maior da Prefeitura os vereadores Sandro Pimentel (PSOL), Fernando Lucena (PT), Franklin Capistrano (PSB), Eleika Bezerra (PSL), Ary Gomes (PDT), Ana Paula (DC), Raniere Barbosa (Avante) e Júlia Arruda (PDT).

Fonte: Portal no AR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here