São 400 unidades do modelo O 500 U e 100 do O 500 UA articulado, todos na versão Low Entry

Por Jessica MarquesDiário do Transporte

A Mercedes-Benz informou que vendeu 500 ônibus para o Transantiago, sistema de BRT (Bus Rapid Transit) da capital do Chile. São 400 unidades do modelo O 500 U e 100 do O 500 UA articulado, todos na versão Low Entry (piso baixo).

Segundo a fabricante, a Buses Vule adquiriu cerca de 150 ônibus, com carroçaria Caio. As demais unidades, encarroçadas pela Marcopolo, foram compradas pela Metbus, STP Santiago e Redbus Urbano.

Relembre: Marcopolo fornece 342 ônibus para Transantiago

Os novos ônibus vão operar em um dos maiores sistemas BRT da América Latina, que atende diariamente cerca de 1,5 milhão de usuários do transporte coletivo da Região Metropolitana de Santiago do Chile.

“É uma satisfação imensa ver os ônibus brasileiros produzidos em nossa fábrica de São Bernardo do Campo serem novamente escolhidos para renovação de frota da Transantiago, que chegou ao seu décimo segundo ano e inicia um novo ciclo de operação buscando mudar de patamar e melhorar a qualidade do serviço que presta à população local”, disse Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina, em nota.

De acordo com a Mercedes-Benz, a linha de chassis urbanos O 500 é reconhecida pelos operadores no BRT Transantiago pelo desempenho, baixo custo operacional e compatibilidade ambiental.

“A fim de atender a essa nova demanda dos operadores chilenos, a equipe do nosso Centro de Desenvolvimento Tecnológico, na fábrica de São Bernardo do Campo, desenvolveu chassis de ônibus urbanos O 500 customizados para o BRT Transantiago, com motor Euro 6, câmbio automático e preparação para ar condicionado, entre outras exigências dos clientes”, afirmou Cláudio Siedmann, diretor de Vendas e Serviços Ônibus América Latina.

Desde 2007, ano de inauguração do Transantiago, a Mercedes-Benz comercializou cerca de 3.500 ônibus urbanos, principalmente dos modelos O 500 U e O 500 UA articulado. Atualmente, segundo a fabricante, a marca tem mais de 50% de participação nesse sistema de transporte público.

Em 2018, foram exportadas 1.908 unidades para o Chile, o que significa 27,2% de crescimento sobre as 1.500 unidades do ano anterior.

Fonte: Diário do Transporte

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here