Modelo permaneceu em operação até o ano de 2012 na frota da Transportes Guanabara. Conheça a história dessa modelo e suas curiosidades.

Por Josenilson RodriguesBusão de Natal

A empresa Transportes Guanabara está comemorando hoje (22/07/2018) 49 anos de operações. Neste pequeno especial, vou falar do modelo Caio Alpha na frota desta pioneira do transporte de passageiros urbano de Natal.

O modelo Alpha, fabricado pela a Caio de 1995 a 2000 (devido ao grande volume de encomendas) foi o primeiro ônibus com design arredondado da história do transporte de passageiros urbano no Brasil.

O modelo foi lançado pela Caio com um objetivo de suceder um dos modelos urbanos mais vendidos, o Caio Vitória, que teve mais de 28 mil unidades produzidas de 1988 a 1996.

É fato que o Alpha não teve o mesmo sucesso do Vitória e nem de longe do Gabriela (I e II), um dos ícones da fábrica. Mas em Natal, o modelo chegou em 1996 pela a empresa Transportes Guanabara que desde 1993 vinha passando por uma serie de mudanças dentre administrativa e visual e deu início a uma grande renovação onde em 1994 e 1995 o Caio Vitória era o modelo do momento para renovação.

Em 1996 a empresa comprou 53 veículos do Caio Alpha montados sobre o chassi Mercedes-Benz OF-1620. Tal compra tornou a Guanabara a ser a maior empresa de transporte urbano do estado com o maior número de veículos novos em operação. Além disso, essa foi a maior compra de veículos 0Km feito em um único lote por alguma empresa Potiguar na época.

O recorde foi quebrado novamente pela a Guanabara, quando em 2012 fez a aquisição de 60 novos ônibus 0Km. Todos os veículos no modelo Marcopolo Torino GVU sobre o chassi OF-1722/59.

Em 1997 a Transportes Guanabara realizava novos investimentos em tecnologia passando a testar um ônibus automatizado e expandia seus negócios para o ramo metropolitano e intermunicipal com aquisições de veículos Scania, o que permitia a configuração desses veículos com bagageiro em maior volume.

O Caio Alpha foram aproveitados para as linhas metropolitana como: Extremoz / Igapó, Araçá / Ribeira Via Extremoz, Jenipabu / Ribeira enfim, linhas os quais os bagageiros eram usados para transportar compras e bolsas de clientes.

Vale ressaltar que esses ônibus tinham destino lateral traseiro de pano e em 1997/1998 foram retirados das linhas metropolitana e usados em linhas urbanas tais como: 02, 04, 08, 10, 64, 77 e 79.

Quando operavam nas linhas metropolitana eles tinham o prefixo de Três dígitos que dava início a uma nova empresa à Expresso Oceano que nasceu em 31 de Maio de 1996. Porém, somente os rodoviários rodavam com o nome Oceano e os veículos urbanos rodaram por pouco tempo com o nome Guanabara que na época ficou como nome fantasia , pois havia um processo de migração visual e por algum tempo os carros da Oceano rodaram com a pintura da Guanabara em especial os veículos que a Guanabara remanejava para Oceano, quem não lembra dos Marcopolo Senior do antigo projeto Ligeirinho? Muitos deles foram operar na Oceano com a pintura da Guanabara e somente os melhores foram reformados ao padrão Amarelo da Oceano e os outros foram desativados.

Sobre as Scanias eram Sete veículos sendo Dois deles eram de 1996 e seus prefixos eram: 96221 (1221) e 96222 (1222), já os de 1997 eram 97223 (1223), 97224 (1224), 97225 (1225), 97226 (1226) e 97227 (1227). Todos os Setes chegaram à empresa em 1997 no início do ano, o fato dos carros 1221 e 1222 serem 1996 foi o início da produção que segundo pesquisa aconteceu em Dezembro de 96.

Já o Mercedes-Benz automatizado somente o de prefixo 97217 (1217) incorporava tal tecnologia, os demais eram convencionais. O lote era de 4 veículos sendo eles: 97217 (1217) automatizado, 97218 (1218), 97219 (1219) e o 97220 (1220). Desses carros somente os 1217 e 1220 operaram até o ano de 2012. E o ano de 97 fecha com 11 veículos Alpha entre Mercedes e Scanias.

Em 1998 a Transportes Guanabara renova a frota realizando suas primeiras compras com novas encarroçadoras. Mas com a Caio neste ano ela comprou 15 veículos onde os mesmos foram montados no novo chassi da época o Mercedes-Benz modelo OF-1721.

Os Caio Alpha 98 foram os melhores de toda a história dos Alpha e operaram até 2012. Eles foram os últimos do modelo a incorporar na frota da empresa, seus prefixos foram: 98074 (1074), 98096 (1096), 98101 (1101), 98109 (1109), 98113 (1113), 98120 (1120), 98123 (1123), 98169 (1169), 98171 (1171), 98172 (1172), 98173 (1173), 98179 (1179), 98181 (1181), 98182 (1182) e o 98183 (1183).

Fotos feitos em 2012, após empresa ter recebido 60 novos veículos 0Km.

O modelo ganhou as ruas da cidade, além da Guanabara empresas como: Pirangy (Reunidas usou eles até 2005), Transflor (Via Sul), Conceição, Oceano e Cidade das Dunas tiveram do modelo.

Foi graças ao modelo que eu me apeguei ainda mais ao ônibus. Desde os Três anos já admirava ver aqueles veículos longos com tanta gente passar pela a rua da casa onde morava, mas em 1996 ao ver os primeiros Alphas rodando para uma criança que já gostava de ônibus só fez aumentar ainda mais a admiração por este transporte.

Os lendários Alphas semi novos da Guanabara

Pesquisei com muita dificuldade a história desses carros, mas não consegui a informação de quando eles foram incorporas à sua frota. Porém foram Três ônibus oriundos do estado Pernambucano, eles pertenceram à empresa Borborema Imperial Transportes atuante em Recife e região até os dias atuais.

Os carros receberam prefixos de veículos antigos são eles: 1006, 1015 e 1022 e eram montados sobre o chassi Mercedes-Benz OF-1620.

Diferente dos demais eles não tinha destino lateral de pano. A porta traseira era levemente mais larga que os demais, sem falar na cor do painel interno com o capô que recebem a tonalidade Azul escuro.

Espero que tenham gostado desse especial com um toque de acervo. Fui o mais resumido possível ressaltando a importância da história do modelo na empresa Guanabara. Tenho certeza que o modelo fez parte do dia dia de muita gente e da infância de muitos busólogos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here